Colaboradores: Manuel Henriques

É ator, performer e criador de artes performativas.

É licenciado pela Escola Superior de Teatro e Cinema (2008) e obteve o Mestrado em International Performance Research (2011) na Universidade de Warwick e Universidade de Amesterdão.

Trabalha profissionalmente como ator e performer a partir de 2007. Em teatro trabalhou sobre a direção de Alexande Lyra Leite, Francisco Salgado, Paulo Lage, Ana Padrão, Caroline Bergeron – Companhia Caótica, Ruben Saints, entre outros. Fez assistência de direção a Pedro Gil. Nas áreas da dança e performance trabalhou sobre a direção de Joana Antunes, Aldara Bizarro, Vera Mantero e Companhia CiM /VoArte com Bruno Rodrigues. Em Cinema/Vídeo trabalhou em curtas-metragens de Pedro Miguel Resende e Miguel Nicolau. Em 2015 foi intérprete em E Morreram Felizes para Sempre – Candidato a Globo de Ouro.

Desde 2012 faz parte do júri do Festival Panos – Teatro Nacional D. Maria II.

Como autor e criador criou Alguma vez caminhaste sozinho pelo bosque (2010), O Mensageiro (2011), Brumário (2014), O Bardo (2016) e Do meu Quarto para o Mundo (2020).

Paralelamente ao seu trabalho artístico, é formador de artes performativas. Recentemente foi um dos artistas do projecto Labor do Teatro Lu.Ca e actualmente é professor de Teatro no Colégio Cesário Verde.