Susana Alves

Vivo e trabalho em Lisboa: sempre vivi aqui, mas gostava de experimentar viver noutro lugar. Sou Licenciada em Psicologia Educacional com formação em Educação pela Arte (ISPA, 2006).

Fundei o Lugar Específico – entre Arte e Educação, em 2019. Fundei e administro a ReCoSE (Rede dos Colaboradores de Serviços Educativos) e fui co-fundadora da Cooperativa SOU Largo (2011/2016).

Sou instrutora certificada do Programa de Massagem nas Escolas (MISA, 2017). Fui membro da associação Brincar a Pensar (Filosofia para crianças). Tenho formação em Pedagogia da Dança (Forum Dança, 2007) e Contadora de Histórias (com Elsa Serra, 2009) e artThinking (Madrid, 2018).

Desde 2005, tenho colaborado com diversos serviços educativos Fundação Culturgest, Museu Coleção Berardo, Jardim Botânico de Lisboa, Fábrica da Pólvora de Barcarena, Programa Descobrir da Fundação Calouste Gulbenkian, concebendo e orientando actividades de mediação cultural para diversos públicos, projectos continuados com escolas, formação para professores e educadores e projectos com público NEE. Tenho desenvolvido alguns projetos de arte na comunidade como exemplo: “LIXOLUXO” (2018, 2019) e “entreLaços” (2017).

Participei como oradora: nos I e III Congressos Internacionais de Psicologia da Criança e do Adolescente (2010 e 2012), na 2ª e 3ª Edição da Conferência Internacional “Em nome das Artes ou em nome dos Públicos” (Culturgest, 2.a edição, 2011), na Conferência Lisboa Design Show, sob o tema “Existe um desenho exclusivo para os mais pequenos?” (Culturgest e Gulbenkian, 3.a edição, 2012) e na Conferência Internacional “Riscos e oportunidades para a Educação Artística na Europa” organizada pela InSEA. 

Desde cedo que foi notória a dispersão dos meus interesses, saltei de atividade em atividade – ballet, volley, ginástica, teatro, piano… sempre quis experimentar tudo e tive a sorte de ter sempre o apoio do meu pai. Hoje percebo como todo o meu percurso, aparentemente desconexo, não podia ter sido de outra forma. Passei ao de leve por química aplicada, uma base de psicologia educacional, uma inspiração em pedagogia da dança, uns pozinhos de botânica, um tom de contadora de histórias, uns toques de instrutora de massagem nas escolas e muita vontade de continuar a investigar e a experimentar. Tornei-me uma incendiária de ideias, uma plantadora de criatividade, uma coreógrafa de pensamentos, uma artista da comunidade. Gosto de trabalhar com pessoas, gosto de arte contemporânea e gosto de estar presente quando a arte invade a vida das pessoas e a transforma.